Um velho ataque sobre a capoeira no Reino Unido

Um velho ataque sobre a capoeira no Reino Unido

Sara Delamont (Cardiff University)

O Reino Unido tem um serviço “gratuito” de rádio e TV providenciado pela British Broadcasting Corporation (BBC) que vai pro ar sem publicidade. A BBC é financiada por uma licença anual, paga por toda a população, inclusive, tentar escapar a esse pagamento pode até levar a uma pena de prisão. No momento, essa licença custa a cada lar britânico £ 160 (R$ 1.100) por ano. Os espaços entre os programas de TV são preenchidos com trailers de outros programas ou então com publicidade para a emissora, chamada idents. BBC 1, o canal com a maior audiência, tem idents que ilustram cenas da vida britânica. Entre 2001 e 2006, uma série de idents mostrava adultos executando atividades físicas, ou esportes ou dança, incluindo uma dança de cadeiras de roda, tai chi, ginástica artística, rúgbi, futebol e capoeira. Como o BBC 1 tem uma audiência de muitos milhões, esses idents são vistos por muita gente. O ident de capoeira, que pode ser visto online, mostra dois homens brasileiros jovens, recém-chegados, que jogam capoeira num telhado de Londres com a catedral de Saint Paul’s ao fundo.

Esses dois capoeiristas, agora mestres (Poncianinho e Casquinha), foram visto por muita gente durante os cinco anos que sua performance foi para o ar. Não tinha explicação, ou legenda, e não tinha bateria. Os que conheciam capoeira reconheciam a cena com gosto. Tenho falado com espectadores intrigados que descreviam a cena como “cubana”, “ginástica” ou “acrobacia”. Mestre Poncianinho por muitos anos usou uma foto do vídeo para seus panfletos e o reproduziu no seu livro.

 Em 2020, durante a COVID-19 a BBC lançou um novo ident de capoeira, parte de uma série chamada “One: Oneness” (Um: Unidade). Todos esses idents mostram pessoas fazendo atividade física que normalmente são feitas em grupos. Para representar o lockdown, a tela mostra seis pessoas praticando capoeira sozinhos, mas em sincronia. O ident de capoeira mostra pessoas em apartamentos, jardins e na rua vestidos de abadás. (https://cdob.co.uk/bbc-one-oneness-ident).

Quando os Mestres Poncianinho e Casquinha fizeram sua performance, eles eram membros do grupo Cordão de Ouro. O novo ident mostra alunos atuais do Cordão de Ouro, que treinam com Contra-mestre Mascote, baseado em Birmingham, Londres e Manchester. O reaparecimento de um capoeira ident no tempo do movimento Black Lives Matter apresenta uma boa oportunidade de revisitar um ataque sobre a BBC, em 2020, centrado no ident de Poncianinho e Casquinha.

A imprensa de direita no Reino Unido regularmente ataca a BBC. Seus donos gostariam de ter suas próprias rádios e tv comerciais e ganhar dinheiro com isso. A família Murdoch, dona de dois periódicos, da Fox News e da Sky TV são particularmente vocíferos sobre a BBC, que seria dirigida por intelectuais liberais baseados em Londres, que seriam anti-cristãos, anti-família e por isso desligados da realidade de patriotas britânicos habituais. A taxa de licenciamento é objeto de ataques permanentes, caracterizado como um “desperdício” que a intelligentsia liberal usa para produzir conteúdos esquerdistas, elitistas e de má qualidade que nenhuma família britânica decente gosta de ver mas tem que pagar assim mesmo.

Em 2002 o ident de capoeira foi usado como pretexto para atacar a BBC. O Daily Mail tem uma coluna de opinião e de fofoca assinada pelo pseudônimo Ephraim Hardcastle, que aparenta defender o ponto de vista do homem normal da rua. O Daily Mail é notoriamente misógino, ou seja, a coluna realmente representa a suposta visão do homem patriótico, de senso comum, vivendo fora de Londres. Nesse contexto, não era de se estranhar que Ephraim Hardcastle tenha usado o capoeira ident para seu ataque contra a BBC. Segundo o jornalista, a BBC estava usando homens brancos para jogar capoeira, explicando que foi criada por ”escravos negros” e era uma arte marcial que incorporava dança. Hardcastle então disse para seus leitores que a BBC, recrutando homens brancos para exibir capoeira apresentava ao público britânico, que pagava a licença, uma farsa desonesta. O ident seria “um caso de liberais arrogantes excitados com uma cultura exótica da qual não entendem. Hardcastle não argumentou de maneira similar a respeito do tai chi, ou do haka, a dança de guerra dos maoris da Nova Zelândia ou do tango argentino. A BBC não pediu uma retração pública e não defendeu o ident, mas o postulado básico de Hardcastle estava errado. Mestres Poncianinho e Casquinha são brasileiros que se auto-identificam como mestiços. Nenhum dos dois tem a pele muito escura, mas eles têm orgulho de sua herança afro-brasileira e não seriam, em Londres ou no Chipre (onde Casquinha agora ensina), classificados como “brancos”. Hardcastle não perguntou a Poncianinho e Casquinha como eles se auto-identificam, senão não os chamaria de brancos. O jornalista erroneamente assumiu que eles não seriam capoeiristas autênticos para atacar a BBC.

Obviamente, mesmo em 2002, os comentários desdenhosos de Hardcastle foram uma reclamação estranha. Brasileiros não negros têm feito capoeira de maneira autêntica por 60 anos e povos de todas as raças fora do Brasil têm aprendido capoeira por trinta anos prestando muita atenção para a autenticidade do que aprenderam. Se tivessem filmado duas mulheres brancas escocesas jogando capoeira nas ilhas Orkney teria sido “autêntico”.

Mais tarde, nessa década, a BBC filmou uma série de viagem sobre o Brasil, com Michael Palin, que podia ser visto tomando uma aula de capoeira com Mestre Gente Boa, em Salvador. Durante os preparativos para a copa do mundo de 2014 e os jogos olímpicos de 2016, no Rio, a BBC incluiu programas com capoeira. Mas esses não foram ridicularizados, porque os praticantes que apareciam na filmagem eram todos afro-brasileiros de pele escura.

“Embodying Brazil:  An Ethnography of Diasporic Capoeira”, organizado por Sara Delamont, Neil Stephans e Claudio Campos.

Em um tempo em que os ativistas do BLM jogaram a estátua de um negreiro dentro do porto de Bristol e que um historiador conhecido foi despedido por duas universidades porque falou de “pretos danados” em uma entrevista gravada, vai ser interessante ver se a imprensa anti-BBC vai de novo usar o ident da capoeira como instrumento de ataque. Se qualquer um dos capoeristas do ident de 2020 for acusado de inautêntico, seu professor, Contra-mestre Mascote, vai estar preparado para rejeitar essa acusação. Ele é um inglês, bacharel de sociologia, e teria como responder a qualquer calúnia dessas. Suas raízes na capoeira são profundas. Eu me lembro ter abraçado Mestre Jogo de Dentro durante o primeiro batizado de Mascote e foi maravilhoso.

Eu espero que esse ident de capoeira da BBC resulte numa explosão de estudantes novos se cadastrando para aulas ao vivo assim que o Reino Unido saia do lockdown.

Agradeço ao meu colega Professor Paul Bowman que chamou minha atenção para a coluna do Daily Mail. 

Sara Delamont é co-autora de Embodying Brazil:  An Ethnography of Diasporic Capoeira com Neil Stephens e Mestre Claudio Campos.